Garota de programa é presa por golpe do “Boa Noite, Cinderela” no Rio

Uma garota de programa foi presa por roubo na comunidade do Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, na noite dessa sexta-feira (12/1). Ela é suspeita de aplicar o golpe do “Boa Noite, Cinderela” em um turista italiano na capital fluminense, em fevereiro do ano passado.

Identificada como Carine Lemos Martins Sucupira, a mulher tinha um mandado de prisão preventiva em aberto, além de oito anotações criminais por roubo, furto e estelionato, de acordo com a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ).

Conforme a polícia, a garota de programa roubou três celulares, um computador, um cartão de crédito, documentos pessoais e perfumes do turista italiano.

A PCERJ estima que, ao todo, Carine teria roubado o equivalente a R$ 10 mil em espécie, em moedas de diferentes países, bem como diversos bens. Dentre os crimes praticados por ela após aplicar o “Boa Noite, Cinderela”, estão a subtração de criptomoedas e movimentação nas contas bancárias das vítimas.

Participaram da operação dessa sexta, agentes da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo, da PCERJ.