Saiba quem é o suspeito de estuprar turista por mais de 18 horas no RJ

0
13

Um homem acabou preso em Botafogo, no Rio de Janeiro, sob a acusação de ter estuprado uma turista por mais de 18 horas e tê-la mantido em cárcere privado. O suspeito foi identificado como Lucas José Dib (foto de destaque), 35 anos.

Natural de Ribeirão Preto (SP), Lucas é formado em ciência política pela Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Segundo perfil no Linkedin, Lucas passou por cargos de chefe de gabinete no Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e de diretor no Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebri).

Lucas ainda assumiu posto de chefia na agência Desenvolve SP, vinculada ao Governo do Estado de São Paulo.

Lucas José Dib também concorreu ao cargo de vereador pela cidade de Marília (SP) nas eleições de 2012. Na oportunidade, ele obteve apenas 116 votos e não conseguiu ser eleito.

Denúncia

Lucas foi preso na última quinta-feira (19/4) em Botafogo, no Rio de Janeiro. À polícia uma turista de São Paulo contou ter sido estuprada por ele por mais de 18 horas e a mantido em cárcere privado.

A vítima conheceu Lucas por meio de um aplicativo de relacionamento em 3 de abril. Na mesma noite, os dois saíram juntos, foram a bares de Botafogo e se beijaram.

Lucas, então, teria levado a turista ao seu apartamento e demonstrado um comportamento agressivo.

Segundo o relato da vítima, ele tirou toda a roupa dela e a violentou, sem o uso de preservativos, das 2h às 20h do dia 4 de abril. Para que ela não dormisse, ele a teria obrigado a ingerir drogas.

A vítima foi resgatada e levada a um hospital particular, após um amigo ir ao prédio, seguindo a localização enviada por ela. Exames no IML confirmaram a violência sexual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui