Concurso para Guarda Municipal de Manaus abre inscrições nesta segunda

Aa inscrições para o concurso da Guarda Municipal de Manaus (GMM) devem ser realizadas por meio do endereço do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), a partir desta segunda-feira (11), e seguem até o dia 15 de janeiro de 2024.

No total, serão ofertadas 200 vagas para o nível médio. A prova para o concurso será realizada no dia 18 de fevereiro de 2024. Atualmente, o efetivo é de 374 servidores.

O edital traz os seguintes requisitos para o cargo:

  • Certificado de conclusão de ensino médio fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação;
  • ter plena capacidade física e mental;
  • ser aprovado em Teste de Aptidão Física (TAF) exigido em concurso público;
  • ser aprovado em teste psicotécnico,fase a ser exigida em concurso público;
  • ser aprovado em curso de formação e demais etapas e requisitos exigidos em lei;
  • não registrar antecedentes criminais até a data da posse.

Inscrições

As inscrições começam às 9h desta segunda-feira (11), e seguirão até 23h do dia 15 de janeiro de 2024.

Provas

O concurso público terá cinco etapas:

  1. Prova Objetiva
  2. Prova de Redação
  3. Teste de Aptidão Física – TAF
  4. Exames Médicos
  5. Avaliação Psicológica
  6. Curso de Formação

As provas objetiva e de redação serão aplicadas no dia 18 de fevereiro de 2024.

A divulgação do resultado final do concurso está prevista para ocorrer no dia 14 de novembro 2024.

Leia o edital completo aqui.

Efetivo

Segundo a prefeitura, o concurso mais recente da Guarda Municipal ocorreu em 2012. Atualmente, a corporação conta com um efetivo de 383 servidores.

Guarda armada

A Guarda Municipal de Manaus passou a usar arma de fogo em 2022. Essa era uma promessa de campanha do prefeito David Almeida.

Ao entregar os primeiros armamentos, a Prefeitura de Manaus afirmou que o uso de “arma de fogo é a última opção”.

Atuação

O novo concurso público da Guarda Municipal descreve as atribuições do cargo. Entre as funções estão as rondas de rotina e a proteção do patrimônio e população:

  • estudar e conhecer a planta da cidade, sistema viário, repartições públicas e hotéis;
  • realizar guarda permanente dos logradouros e bens municipais, detendo o terceiro que produzir danos;
  • realizar proteção e defesa da população e seu patrimônio em caso de calamidade pública;
  • tratar com civilidade as pessoas com quem tenha de entender-se, usando de energia apenas quando necessário para repelir a violência ou fazer respeitar, dentro dos justos limites, a sua
  • autoridade;
  • orientar a população sobre qualquer fato ou circunstância que lhe possa trazer prejuízo ou perigo;
  • tratar com cuidado, calma e paciência as pessoas acometidas de transtorno mental e os ébrios habituais, detendo-os e apresentando-os à autoridade competente quando se tornarem inconvenientes na via pública;
  • solicitar, com urgência, o socorro das autoridades competentes, pelo meio mais rápido, quando assim exigirem as circunstâncias;
  • levar ao conhecimento das autoridades competentes a existência de menores que perambulem sem assistência pelo seu posto de serviço bem como os idosos;
  • executar outras atividades correlatas.