Dentistas são investigados por atuar como médicos e deformar pacientes

0
31
Reprodução/Redes sociais

Uma operação da Polícia Civil de Goiás (PCGO) mira dentistas que têm atuado como médicos na capital goiana e na região metropolitana. Nesta quarta-feira (22/11) são cumpridos mandados de busca e apreensão em clínicas de quatro dentistas, tanto em Goiânia, como em Aparecida de Goiânia.

Eles são investigados por deformar rostos de pacientes em procedimentos estéticos.

A investigação aponta que os profissionais realizavam procedimentos estéticos, autorizados apenas para médicos, que resultaram em complicações para os pacientes.

Dentistas com registros suspensos de forma cautelar

Todos os dentistas investigados já tiveram os registros profissionais suspensos de forma cautelar pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO-GO), de acordo com informações do G1. No entanto, seguem exercendo a profissão, inclusive, com a divulgação dos serviços nas redes sociais.

Um dos profissionais investigados, que atende em Aparecida de Goiânia, está com o registro suspenso desde maio deste ano, após determinação do Tribunal de Justiça de Goiás. À época, a polícia o observada por ter deixado paciente com o nariz deformado após um procedimento.

Os outros alvos da operação atuam no Jardim América (2) e no Setor Oeste, em Goiânia. Os três possuem investigações em andamento no Ministério Público de Goiás referentes ao exercício ilegal da medicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui