Pai de menino atacado por sucuri de 6 metros em Goiás: “Desesperado”

0
38
Reprodução/PM

O pai do menino que foi atacado por uma sucuri de 6 metros em Vicentinópolis, no sul goiano, disse que ficou “desesperado” com a situação. A cobra chegou a ficar enrolada na criança e só se desvencilhou após ser morta por policiais militares que faziam um patrulhamento na região, no momento do ataque.

O caso aconteceu na tarde do último sábado (18/11), na fazenda em que os pais da criança trabalham. De acordo com o pai, José Natal, ele deu uma paulada no animal, no entanto, o bicho não soltou o menino, que tem apenas 2 anos.

“A gente estava sem energia e acabou a água da caixa. A gente estava no córrego para tomar banho, ao lado dele, a cobra começou a enrolar no braço dele. Fiquei desesperado”, contou.

Assustado com a sucuri

De acordo com José Natal, o filho está assustado com a situação. “Meu menininho está meio assustado à noite, está reclamando de dor”, detalhou.

Segundo a Polícia Militar do estado, os policiais que ajudaram no caso tentaram soltar o animal, no entanto, só conseguiram desenrolar parcialmente a cobra, e o único jeito foi matá-la.

Os agentes chegaram até o local do ataque após ouvirem os gritos do menino e os pedidos de socorro da mãe.

O menino foi levado ao hospital, que ficava a cerca de 20 km da fazenda onde aconteceu o ataque. De acordo com informações da polícia, a criança não teve ferimentos graves e a mordida não foi profunda. Ele foi liberado da unidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui