Número de mortos após passagem de ciclone no RS sobe para 47

0
33
Marinha do Brasil/RS

O número de mortos após a passagem do ciclone extratropical no Rio Grande do Sul subiu para 47 pessoas, de acordo com o boletim mais recente da Defesa Civil gaúcha, divulgado às 8h desta terça-feira (12/9). O novo óbito foi registrado no município de Colinas.

Há uma semana o ciclone extratropical atingiu a Região Sul do país e deixou um rastro de destruição, principalmente, nas cidades gaúchas.

A maior parte das mortes ocorreram no município de Muçum, totalizando, até o momento, 15 vítimas. No total, são 97 cidades afetadas pelo ciclone. Confira o número de óbitos por municípios, conforme informações oficiais da Defesa Civil:

  • Bom Retiro do Sul: 1
  • Colinas: 2
  • Cruzeiro do Sul: 5
  • Encantado: 1
  • Estrela: 2
  • Ibiraiaras: 2
  • Imigrante: 1
  • Lajeado: 3
  • Mato Castelhano: 1
  • Muçum: 16
  • Passo Fundo: 1
  • Roca Sales: 11
  • Santa Tereza: 1

A tragédia no Rio Grande do Sul afetou 340.928 habitantes. A Defesa Civil informou que o fenômeno deixou, nos 97 municípios afetados, 4.794 desabrigados, 20.517 desalojados e 925 feridos. Até o momento, foram resgatadas 3.130 pessoas.

Não houve mudança no número de desaparecidos. Ao todo, são 46 desaparecidos em três municípios: Lajeado (8 pessoas), Arroio do Meio (8 pessoas) e Muçum (30 pessoas).

Ajuda do governo federal após ciclone

Em visita ao RS no domingo (10/9), o presidente em exercício do Brasil, Geraldo Alckmin (PSB), informou que o governo federal já autorizou o empenho de R$ 741 milhões para o socorro às vítimas da tragédia que destruiu dezenas de cidades no Vale do Taquari.

Os recursos serão usados em áreas como saúde, com hospitais de campanha e recuperação de unidades municipais e estaduais que sofreram danos; na recuperação de estradas e na construção de moradias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui