BBB14 desce mais um degrau na baixaria

0
481

Esta edição do Big Brother Brasil é marcada pelos extremos. Ou nada acontece, ou, quando acontece algo, chega ao limite do razoável.Um episódio ocorrido na madrugada deste domingo poderá ter consequências dramáticas para alguns participantes e até mudar o rumo do programa.

Na Festa Indiana, Cássio acusou Marcelo de se aproveitar de Angela. Em certo momento, a advogada estava tão bêbada que adormeceu deitada em algumas almofadas.

O curitibano teria então forçado um beijo.

Duas testemunhas apresentaram versões opostas.

Valter disse que o brother realmente beijou Angela, estando ela supostamente desacordada.

Já Tatiele afirmou ter sido apenas um selinho e insistiu que a sister não estava ‘apagada’ pelo álcool.

Marcelo negou ter dado o beijo.

A discussão entre Marcelo e Cássio só não terminou em agressão física porque Diego e Valter seguraram os dois.

No fim do acesso de fúria, o paranaense e o gaúcho se machucaram ao desferir socos no cenário. O vidro do box acabou estilhaçado e uma proteção da escada também foi quebrada. Enfim, a festa terminou num show deplorável de gritos, palavrões e ofensas.

Um exemplo do que a TV não precisa oferecer aos telespectadores. Mas talvez seja exatamente isso que uma parcela de pagantes do pay-per-view queira ver: um brother atacando o outro, como numa disputa selvagem pela sobrevivência na pré-história. Dizem que o BBB é um zoológico humano, onde se evidencia o pior da espécie. Trata-se mesmo de um prato cheio (ou raso demais?) para estudiosos do comportamento.

Após a saída da musa Letícia, Angela saiu da sombra e assumiu o protagonismo feminino do reality. Ela tem sido uma das poucas participantes a movimentar a casa.

Principalmente nas questões afetivas, motivo da confusão desta madrugada. Marcelo, perigosamente obcecado, se recusa a aceitar o ‘não’ dito e redito pela advogada.

É uma atitude machista, típica de homem que quer obrigar a mulher a satisfazer seu desejo contra a vontade da mesma. O príncipe romântico e cordial se transforma num sujeito inconveniente e excessivamente passional.

O administrador tinha em mãos uma das três vagas da final do reality. Pode tê-la desperdiçado com seu comportamento obsessivo.

Cássio, inconformado por não ter ficado com nenhuma sister e ter levado alguns foras de Angela, se deparou com a situação perfeita para atacar o rival Marcelo e virar o ‘salvador’ da advogada.

A acusação de abuso pode ter sido motivada apenas pelo recalque.

Contudo, não poderemos minimizar a gravidade do ato de Marcelo, caso a produção apure que ele realmente se excedeu ao ver que Angela estava suscetível em razão da embriaguez.

Entra em cena o juiz Boninho, que decidirá o futuro do brother: inocente ou culpado — e, se assim o for, expulso do programa por atitude imprópria. E assim o BBB14 desce mais um degrau da baixaria. Não falta muito para chegar ao fundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui