Preso por roubo, justiça manda soltar ator da Globo

0
558

A vítima de um assalto no Rio que reconheceu o ator Vinícius Romão de Souza, preso acusado de roubo, voltou atrás e disse à polícia que se enganou na hora de fazer o reconhecimento.

Procurado por Flashland, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro confirmou que, após a mudança no caso, o ator terá direito à liberdade provisória após o alvará de soltura ser apresentado pela Justiça.

Vinícius, que fez uma participação na novela “Lado a Lado”, da Globo, em 2012, foi detido no dia 10 de fevereiro na rua Amaro Cavalcanti, no Méier.

O jovem de 27 anos é acusado de assaltar uma mulher que passava pelo local. A prisão foi registrada como sendo em flagrante, mas nada foi encontrado com ele.

Amigos e parentes do jovem dizem que ele foi preso apenas por ser negro, pois a roupa que usava no dia não era a mesma do acusado do roubo, que também seria negro.

O caso ganhou repercussão no Twitter; no microblog, muitos internautas criticaram a prisão. “Liberdade para Vinícius Romão. O policial que o prendeu deveria ser preso no lugar dele. E ainda tem gente que não acredita em racismo no Brasil”, opinou uma usuária da rede social.

“O ator negro Vinícius Romão, que atuou em ‘Lado a Lado’, foi preso injustamente sendo confundido com assaltante. Seria racismo?”, questionou outra internauta. “E o Vinícius Romão ainda pode ser considerado famoso. E os negros que não têm a mesma sorte?”, comentou mais um usuário.

O delegado Niandro Lima, titular da 25ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso, pediu as imagens das câmeras de segurança da rua para comparar as características do ator com o criminoso. Vinícius está preso na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, para onde foi levado no dia 11 de fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui