Demitido jogador que roubou IPhone de colega pra comprar droga

0
555

Atacante com passagem por mais de 20 clubes – entre eles o Vasco -, Valdiram Caetano de Morais tentava recomeçar sua carreira no futebol no Comercial da cidade de Viçosa (AL).

Confesso viciado em bebida, cocaína e sexo, o jogador passou quase dois anos afastado dos gramados em reabilitação, chegou a passar pelo Bangu em 2013 até se acertar com o time alagoano.

No entanto, ele teve uma recaída e acabou dispensado do Comercial. O presidente do clube de Viçosa, Flavius Flaubert, afirmou em entrevista ao site TNH1, na última quinta-feira, que Valdiram roubou o celular de um colega de time para comprar drogas e foi encontrado em “um estado de terror” em uma boca de fumo no final de semana passado na própria cidade.

“Infelizmente ele teve uma recaída. Voltou a beber, usar drogas e até roubou. Os problemas voltaram e tivemos que dispensá-lo. Ele chegou a roubar um Iphone de um jogador nosso e vendeu por R$ 50. Foram buscá-lo em uma boca de fumo aqui em Viçosa, ele estava em um estado de terror. Onde o encontraram havia muitas latas usadas para consumir drogas, além de cachimbo e vela. Ligamos para o pai do Valdiram, que foi lá buscá-lo, que nem sabia onde estava”, revelou Flaubert.

“Ele estava sendo um exemplo para o grupo, estava treinando muito bem e ajudava muito o elenco. É uma pena, mas isso é uma doença”, lamentou o presidente do Comercial-AL.

Valdiram despontou para o futebol em 2006, quando foi o artilheiro do Vasco na Copa do Brasil com sete gols e fazia dupla de ataque com Romário. No entanto, ele foi afastado da final contra o Flamengo por “grave problema disciplinar”, e Renato Gaúcho – técnico à epoca do time cruzmaltino – revelou em entrevista ao GloboEsporte.com que o atacante chegara atrasado e embriagado à concentração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui