23 C
Amazonas
sábado, junho 12, 2021

FCecon realiza curso sobre segurança do paciente na transfusão sanguínea

Para garantir a segurança do paciente durante a transfusão de sangue, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) realizou na quinta-feira (29/04), o curso de Atualização em Eventos Adversos em Hemoterapia, que trata sobre as medidas que devem ser tomadas para se evitar o erro assistencial.

Organizado pelo Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP), o curso está sendo ministrado pelo gerente do Banco de Sangue, farmacêutico-bioquímico Kleber Brasil. O treinamento iniciou na terça (27/04), no auditório Dr. João Batista Baldino, e se encerra nesta quinta-feira. As palestras acontecem tanto à tarde quanto à noite, sendo voltadas para as equipes de enfermagem – técnicos de enfermagem e enfermeiros –, que atuam nos três turnos.

Segundo a responsável pelo NSP/FCecon, enfermeira Marielle Colares Magalhães Martins, o treinamento faz parte das ações de capacitação dos profissionais que trabalham com transfusão sanguínea. Ela explica que o objetivo é evitar falhas durante a transfusão e, quando ocorrer, detectar e notificar a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Em 2020, a Fundação Cecon transfundiu quase 10 mil bolsas de sangue; assim, é necessário realizar o acompanhamento dessas transfusões para evitar eventos adversos. O treinamento visa à segurança e melhoria dos serviços prestados aos pacientes. Os cursos tinham parado no ano passado por conta da pandemia e retornaram neste ano”, destaca Martins.

Prevenção – No momento em que você conhece os potenciais riscos da transfusão, alerta Brasil, é possível tomar medidas para evitar o erro médico, a transfusão errada, a morte ou a incapacitação do paciente. Ele informa que, segundo o Instituto Shot (Reino Unido), 66,7% dos erros transfusionais decorrem da identificação errada do paciente – nome e/ou troca de amostras.

“Assim, realizamos o treinamento para que o hemocomponente certo seja aplicado no paciente certo, na hora certa. Tratamos sobre como o profissional deve se comportar no processo transfusional”, pontua Brasil.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias