21.8 C
Amazonas
sábado, dezembro 4, 2021

Estímulo ao aleitamento materno e alimentação saudável são destaques em webconferência

O fortalecimento da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil (EAAB), uma iniciativa do Ministério da Saúde, que na capital amazonense é executada pela Prefeitura de Manaus, foi tema da webconferência “Diálogos na Atenção Primária de Saúde”, desta quarta-feira, 24/11.

O tema foi apresentado pela coordenadora das Ações de Saúde Nutricional, a nutricionista Lia Ferreira, e pela técnica do Núcleo da Saúde da Criança e do Adolescente, enfermeira Mara Nogueira Varela, ambas tutoras da EAAB, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que explicaram a proposta da estratégia, cujo fundamento é o estímulo à amamentação e à alimentação saudável na primeira infância.

De acordo com Mara, a Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil está em 48 unidades de saúde da Semsa, e a expectativa é aumentar esse número, para contemplar mais crianças e criar indicadores para facilitar a aplicação da estratégia.

“Manaus foi uma das cidades que mais trabalharam na implantação dessa estratégia e para fortalecer esta ação precisamos do profissional de saúde da ponta, que trabalha diretamente com os usuários e tem a competência para avaliar a criança de forma integral”, pontuou.

A coordenadora das Ações de Saúde Nutricional da Semsa, Lia Ferreira, enfatizou que a estratégia do Ministério da Saúde é uma importante forma de enfrentamento da obesidade e da desnutrição, acentuada pela pandemia causada pela Covid-19, que aumentou o consumo de alimentos ultraprocessados. 

Mas para conhecer a realidade local é necessário fortalecer as ferramentas que geram indicadores, de modo a ter um cenário da situação em Manaus e assim poder traçar as ações necessárias ao fortalecimento da EAAB.

“Nós temos o marcador de consumo alimentar em nossos sistemas, que é utilizado nas Unidades Básicas de Saúde. Essa ferramenta nos ajuda com perguntas, que norteiam o que é favorável e desfavorável para uma alimentação saudável e adequada da criança e para isso precisamos que os profissionais de saúde se envolvam com esse tema, de modo a nos ajudar a criar parâmetros para desenvolvermos as ações necessárias”, explicou.

Em Manaus, 26 unidades da Semsa são certificadas pelo Ministério da Saúde e receberam incentivo financeiro de custeio em repasse único, transferidos do ministério para Manaus, via Fundo Municipal de Saúde. Esses recursos serão utilizados em materiais de papelaria, para a realização de oficinas, que são o primeiro passo para a certificação da EAAB.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias