32 C
Amazonas
segunda-feira, janeiro 25, 2021

Asma atinge 20 milhões de brasileiros

Estudos epidemiológicos nacionais estimam que mais de 20 milhões de brasileiros, entre crianças e adultos, sofrem com asma. Desse total, cerca de 5% apresentam a forma mais grave da doença. A asma é responsável pela 4ª causa de internação no Brasil e pela morte de cerca de duas mil pessoas por ano.

A asma é uma doença geralmente ocasionada por processo inflamatório, que causa obstrução brônquica e sintomas como falta de ar, sibilância, tosse, dor no peito e opressão torácica. Os sintomas costumam ser desencadeados por infecções respiratórias, exercício e exposição a alérgenos. A asma pode ser alérgica ou não alérgica.

Corticoides inalados e broncodilatadores são utilizados no tratamento da asma, porém, nas formas mais graves, essas medicações – muitas vezes – não conseguem controlar as crises.

Qualidade de vida com os imunobiológicos – Recentemente, houve um avanço no tratamento da asma grave com o lançamento dos imunobiológicos. Esses remédios de última geração somente devem ser usados para pacientes com quadros graves que não respondem ao tratamento convencional (broncodiladores e corticoides).

O Dr. Gustavo Wandalsen, Coordenador do Departamento Científico de Asma da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), explica que os imunobiológicos devem ser utilizados para pacientes refratários ao tratamento farmacológico tradicional. “Quando prescritos corretamente, são capazes de reduzir as exacerbações, os sintomas da asma, assim como melhorar a qualidade de vida e a função pulmonar”, relata o especialista.

Alguns estudos apontam que com o uso dos imunobiológicos para o tratamento de asma grave, pode reduzir o número de internações entre 40% a 70%.

“Com os imunobiológicos, os pacientes graves têm chance muito maior de controlar a asma, reduzir as crises e resgatar sua qualidade de vida, podendo, por exemplo, voltar a praticar esportes e realizar atividades ao ar livre”, comenta Dr. Wandalsen.

Muitos pacientes conseguem, com os imunobiológicos, reduzir outras medicações. “Há casos de pacientes que não precisam mais fazer uso de corticoides orais e, consequentemente, deixam de ter os efeitos colaterais que esse tipo de medicação ocasiona, como os inchaços, aumento da pressão arterial e problemas oculares”, conta o especialista da ASBAI.

Related Articles

Terminam hoje as inscrições para o Encceja 2020

Terminam hoje (25) as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020. Elas poderão ser feita até...

Dois anos após tragédia, Brumadinho ainda busca vítimas

Rompimento de barragem da Vale matou 270 pessoas, e 11 seguem desaparecidas. Ninguém foi punido, e familiares ainda aguardam reparação. “A impunidade e a...

Vereadores se reúnem, em sessão extraordinária, para votar PL que cria Auxílio Manauara

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) se reúne nesta terça-feira (26/1), a partir das 9h, em convocação extraordinária, para analisar e votar o Projeto...

Stay Connected

21,417FansLike
0FollowersFollow

Latest Articles

Terminam hoje as inscrições para o Encceja 2020

Terminam hoje (25) as inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2020. Elas poderão ser feita até...

Dois anos após tragédia, Brumadinho ainda busca vítimas

Rompimento de barragem da Vale matou 270 pessoas, e 11 seguem desaparecidas. Ninguém foi punido, e familiares ainda aguardam reparação. “A impunidade e a...

Vereadores se reúnem, em sessão extraordinária, para votar PL que cria Auxílio Manauara

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) se reúne nesta terça-feira (26/1), a partir das 9h, em convocação extraordinária, para analisar e votar o Projeto...

Mais 14 pacientes são transferidos para Teresina

Na noite do domingo (24/01), mais 14 pacientes com Covid-19 foram transferidos de quatro unidades de saúde da capital do estado para Teresina, no...

Média móvel de mortes no Brasil sobe pelo oitavo dia seguido e vai a 1.027

A média móvel de mortes por Covid-19 no Brasil subiu novamente no domingo (24/1) e chegou a 1.027. O indicador, em comparação com o registrado...