27.7 C
Amazonas
segunda-feira, maio 17, 2021

Marcelo Amil tem o menor custo de voto do PCdoB no País

Na disputa pela Prefeitura de Manaus no 1º turno, o candidato Marcelo Amil teve o menor custo por voto entre as candidaturas do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) no País. Cada voto, segundo dados disponibilizados pelo partido, custou apenas R$ 3,55. A sigla disponibilizou para a campanha de Amil a quantia de R$ 10 mil e o resultado nas urnas apontou o total de 2.820 votos.

“Nossa campanha foi a mais eficiente do partido no Brasil inteiro. Entre as dez maiores cidades do Brasil, nós fomos a segunda com o melhor desempenho, recebendo, porém, 133 vezes menos recursos que a candidatura que ficou à nossa frente”, destacou.

Marcelo Amil destaca que Manaus, dentre as outras cinco cidades que o PCdoB apresentou candidatos a prefeito, teve eficiência na aplicação dos recursos durante a campanha. Entre os votos da legenda na chapa de vereados, os candidatos da capital amazonense também ficaram dentro da média e superiores, inclusive, às capitais que receberam mais recursos.

“Esses dados mostram que a nossa votação, apesar de ter sido pequena em números absolutos, ela esteve dentro da média do PCdoB e ela se sobressaiu porque ela teve uma otimização de aplicação de recursos absurdamente superior às outras capitais. Enquanto cada voto que o PCdoB teve em Manaus custou R$ 3,55, nas outras cidades ele chegou a custar R$ 180. Isso mostra como a nossa campanha foi eficiente e chegou ao máximo possível com os poucos recursos que recebeu.

Marcelo Amil teve um melhor resultado que São Paulo, Salvador, Curitiba, Belo Horizonte e Fortaleza. Na capital mineira, por exemplo, o total de votos foi de 2.211, com recurso de R$ 406 mil. O custo por voto foi de R$ 183,63. Já em Fortaleza, o recurso foi de R$ 305.964,49 com resultado de 2.264 votos. Cada um saiu por R$ 135,14.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias