Descoberta de túnel no CDPM aborta fuga em massa de 250 detentos

Compartilhe:

Um túnel de aproximadamente 3 metros de profundidade por 8 metros de comprimento a 100 metros de distância do acesso à muralha do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM) foi descoberto neste sábado, 14, durante vistoria nos presídios de Manaus. A escavação, que dava acesso ao pavilhão 5 da unidade, permitiria a fuga de cerca de 250 presos abrigados nas duas alas deste pavilhão.

O túnel fica atrás do pavilhão 5 onde se encontra Manoel Ivani Pinto Carioca, conhecido como “Zico” ou “Manoelzinho”, irmão do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’.

Manoel Ivani foi preso em Manaus em fevereiro do ano passado por policiais do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), em cumprimento de mandado de prisão por tráfico de drogas.

M

De acordo com o secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel da Polícia Militar, Cleitman Coelho, a estrutura em volta do túnel teve um investimento voltado para o êxito do plano.

“Acreditamos que o desenvolvimento da escavação teve o apoio de muitas pessoas, por conta dos objetos que encontramos, como diversos mantimentos, ventiladores, redes, garrafões de água, baldes, gerador de energia e descarga de moto silenciadora. Era um plano bem arquitetado, com muitos fatores que davam suporte aos que estavam escavando o túnel”.

Cleitman Coelho afirma que a descarga de moto silenciadora era usada para abafar o barulho do gerador de energia que estava dentro do túnel. “Esse não é um túnel comum, dos quais já encontramos no sistema. Os internos utilizariam a estrutura nos próximos dias, e a Seap, com o apoio da Umanizzare, conseguiu interceptar a escavação antes que fosse utilizada”.

Esse é o segundo túnel encontrado pela Seap no ano de 2017. Em abril, uma estrutura foi descoberta no pavilhão 1 do regime fechado do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj Fechado), evitando que presos condenados e de alta periculosidade fugissem da unidade.

Vistorias especiais – Durante todo o fim de semana, equipes da Seap estarão atuando no ramal das unidades na BR-174 e na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na zona leste de Manaus. O objetivo é acompanhar a rotina das unidades durante a visita de familiares e atuar na prevenção de eventos que possam desestabilizar o sistema.