Policiais em Buffalo ( EUA) jogam homem de 75 anos no chão

Compartilhe:

DORUM – Dois policiais de Buffalo, no estado de Nova York (EUA), foram suspensos sem vencimentos, nesta quinta-feira (4), depois de aparecerem em um vídeo empurrando um homem de 75 anos no chão. O caso ocorreu durante um protesto pelo assassinato de George Floyd, morto asfixiado em 25 de maio de 2020, depois que Derek Chauvin, policial de Minneapolis, ajoelhou-se no pescoço dele por pelo menos sete minutos.

O vídeo, gravado por um repórter da estação de rádio pública local WBFO, foi postado em sua conta no Twitter. Nele, um homem de cabelos brancos se aproxima de uma fila de policiais com equipamento antimotim. Um dos policiais o empurra com um bastão e outro com a mão. O som de um estalo é ouvido e, em seguida, o sangue escorre da cabeça do homem.

“Fiquei profundamente perturbado com o vídeo”, disse o prefeito de Buffalo, Byron Brown, em comunicado. “Depois de vários dias de protestos pacíficos e reuniões com as lideranças da polícia e membros da comunidade, o evento desta noite é desanimador”.

O incidente foi amplamente condenado nas redes sociais, quando os manifestantes voltaram às ruas de várias cidades dos EUA para protestar contra a brutalidade policial.

O vídeo de Buffalo mostra que a maioria dos oficiais continuam marchando depois que o homem cai. O policial que o empurrou com um bastão se inclina sobre ele, mas é afastado por outro oficial. Alguém é ouvido pedindo um médico.

Dois médicos se apresentaram e ajudaram o homem a entrar em uma ambulância. A polícia informou a seguir que um homem foi ferido após tropeçar e cair.

Depois de assistir ao vídeo, no entanto, o comissário de polícia de Buffalo, Byron Lockwood, ordenou uma investigação e suspendeu os dois policiais, disse o prefeito.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, disse no Twitter que conversou com o prefeito Brown e concordou que os policiais envolvidos deveriam ser suspensos, aguardando uma investigação formal.

Ele escreveu: “Os policiais devem aplicar a lei – NÃO ABUSAR -.”

A vítima, de 75 anos, se encontra em estado grave, mas estável, no Erie County Medical Center Hospital, em Buffalo, disse Brown.

Com informações da Reuters