23.9 C
Amazonas
segunda-feira, maio 17, 2021

Manifestante processa polícia dos Estados Unidos após levar tiro nos testículos

O jovem Bem Montemayor, de 29 anos, entrou com um processo judicial contra o Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD), na segunda-feira (12), quase um ano depois de ter levado um tiro nos testículos durante uma manifestação contra a morte de George Floyd, um homem negro assassinado por um policial branco em 2020. As informações são do jornal Los Angeles Times.

De acordo com o rapaz, ele precisou passar por uma cirurgia para reparar os danos da bala. Um vídeo captado por uma câmera presa na farda de um dos policiais presentes no ato mostra o momento do incidente. “[Os tiros] são usados em excesso, de forma irresponsável e eu não quero que isto seja minimizado”, disse Montemayor ao jornal Los Angeles Times.

Conforme a denúncia entregue à Justiça americana, o jovem estava segurando uma faixa contra a polícia durante a manifestação em junho de 2020, que, segundo Montemayor, era pacífica. Durante o ato, os policiais arrancaram o cartaz da mão dele, o empurraram para trás e depois foi feito o disparo.

No documento, Montemayor afirma que estava seguindo as recomendações de dispersão da polícia. “Enquanto o Sr. Montemayor estava ali, desarmado, sem resistir à prisão, sem representar nenhuma ameaça para ninguém ao seu redor e tendo acabado de ser violentamente empurrado, um terceiro oficial a menos de três metros de distância apontou seu lançador verde [40 milímetros] para o Sr. Montemayor e intencionalmente atirou na virilha com um projétil de plástico de alta velocidade”, diz a denúncia.

Após o tiro, os testículos de Montemayor teriam inchado rapidamente. Os médicos precisaram realizar uma cirurgia para reparar os danos e o rapaz precisou fazer fisioterapia. Além disso, Montemayor diz que sofre com problemas psicológicos e tem lembranças do ataque sempre que vê policiais nas ruas.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias