23.1 C
Amazonas
terça-feira, outubro 26, 2021

Juventude do México é vítima de relutância com vacinas e variante Delta

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) – Mais adultos das faixas dos 30 e 40 anos estão parando no hospital no momento em que a variante Delta do vírus da Covid se alastra pelas cidades do México, e pesquisas mostram que a relutância com vacinas está aumentando entre os mais jovens.

Em janeiro, no auge da pandemia, 10% das pessoas hospitalizadas com Covid-19 tinha de 18 a 39 anos, de acordo com o Ministério da Saúde. Agora, os casos voltaram a atingir níveis quase recordes e esta porcentagem triplicou.

“Quando o vírus entra em lugares onde existe terreno fértil, seja porque há menos pessoas vacinadas, seja porque há pessoas mais suscetíveis, ele acabará adoecendo aqueles que não estão vacinados”, explicou o infectologista mexicano Alejandro Macías.

Não existe um grande movimento antivacina antigo no México, ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos na Europa, mas a disseminação de informações falsas sobre vacinas contra Covid-19 em grandes plataformas de redes sociais e por parte de grupos religiosos parece estar diminuindo a inoculação, assim como atitudes do tipo ‘esperar para ver’ e um sentimento de invencibilidade entre os jovens, disseram especialistas.

 

Uma pesquisa do final de julho da Consulta Mitofsky descobriu que 7,2% dos entrevistados disseram não querer a vacina, mais do que os 2,9% do início do mês.

Um estudo global do Facebook e da Universidade de Maryland dos EUA revelou que até 11,3% dos mexicanos preferiria não se vacinar – número muito inferior ao norte-americano, onde quase um terço da população ainda não recebeu uma primeira dose.

Na Cidade do México, que abriga muitos jovens, quase um quarto das pessoas de 30 a 49 anos ainda não apareceu para se imunizar meses depois de sua faixa etária ser autorizada a fazê-lo. O governo começou a vacinar recentemente as pessoas de menos de 30 anos.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias