Mulher que perdeu a perna em acidente durante racha em SP é do AM

0
14

Manaus – Maria Graciete Alves da Silva, 36, a mulher que estava na garupa de uma moto e teve a perna amputada, durante racha de carros de luxo, é natural de Eirunepé (a 1.160 quilômetros a sudoeste de Manaus). Graciete estava retornando para casa, quando solicitou uma motocicleta por aplicativo para sair do Serviço de Pronto Antendimento (SPA) onde atuava como massoterapeuta.

De acordo com informações do jornalista Luiz Almeida, Maria Graciete que também é formada em jornalismo veio do interior do Amazonas para prestar serviços em sua casa, depois se formou e foi morar em São Paulo em busca de novas oportunidade.

“Graciete ou também ‘Grazi’, veio de Eirunepé, interior do Amazonas para Manaus em busca de novas oportunidades. Morou comigo e com minha mãe durante alguns anos e se tornou parte de nossa família. Ela cuidava maravilhosamente bem de mim e somos muito gratos por tudo”, disse Luiz em sua rede social.

Maria estava na garupa de uma motocicleta quando teve sua perna amputada após ser atingida por um motorista de um carro de luxo que estava praticando um racha na noite de segunda-feira (20),em Barueri, na Grande São Paulo.

O condutor da moto informou que sentiu a forte colisão na traseira. Após o acidente, o motociclista e a passageira foram levados ao pronto-socorro de Barueri. A mulher passou por uma ciruriga e teve a perna amputada.

A passageiro segue internada e o motociclista teve ferimentos leves e já foi liberado do hospital. De acordo com a investigação da Polícia Civil, um dos carros foi localizado em um estacionamento de uma igreja. No entanto, o casal, que estava no veículo, fugiu.

O outro veículo envolvido também foi identificado e está sendo procurado pela polícia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui