RespirAR: Programa do Governo do Amazonas é reconhecido internacionalmente pelo combate ao sedentarismo

0
30

O Governo do Amazonas evidencia o trabalho do RespirAR na promoção da qualidade de vida e no combate ao sedentarismo. O programa é reconhecido internacionalmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e já realizou mais de 359 mil atendimentos, beneficiando mais de 72 mil amazonenses, desde o seu lançamento em agosto de 2021.

“O trabalho desenvolvido pelo programa RespirAR é um compromisso do Governo do Estado com a promoção do bem-estar e qualidade de vida da população. Assim, combatendo o sedentarismo, o programa proporciona à população um estilo de vida ativo e saudável, por meio das atividades físicas em mais de 15 núcleos na capital amazonense”, enfatizou Jorge Oliveira, secretário da Sedel.

O programa oferece serviços de fisioterapia e atividade física na reabilitação e integração de pessoas a uma vida mais saudável. Francisco de Meneses, 70 anos de idade, evitou uma cirurgia no ombro graças às sessões de fisioterapia realizadas no RespirAR.

“O RespirAR é muito importante, me tirou do sedentarismo. Essa foi a melhor decisão que eu e minha esposa tivemos, procurar uma atividade física por meio do programa que está mudando as nossas vidas”, destacou Francisco de Meneses.

Esposa de Francisco, aos 64 anos de idade, Rosilda Meneses chegou com problema na coluna, trabalhou na redução das dores lombares. “Eu não conseguia abaixar para fazer as atividades rotineiras de casa, sentia muitas dores, e também era muito ansiosa. Agradeço ao governador Wilson Lima por criar esse programa, assim como os profissionais que nos atendem e nos acolhem com toda atenção”, declarou.

A sinergia entre a atividade física e a fisioterapia oferecida pelo Programa RespirAR desempenha um papel crucial na promoção de um estilo de vida ativo e saudável. Ao proporcionar cuidados integrados, ajuda os participantes a recuperar a mobilidade, fortalecer a musculatura e adotar hábitos mais saudáveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui