Moradores do ‘Bairro do Céu’ fecham rua em protesto após incêndio destruir comunidade em Manaus

Moradores do bairro do Céu, comunidade atingida por um incêndio que destruiu 30 casas e desabrigou mais de 300 pessoas no Centro de Manaus, fizeram um protesto na tarde desta sexta-feira (26). Eles pedem auxílio do poder público após terem que deixar o local, por conta da tragédia.

Os manifestantes fecharam a Rua Luiz Antony, uma das principais vias que ligam ao Centro da capital.

Agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (Immu) estão no local e orientam os motoristas a desviarem pela Rua 10 de Julho.

Conforme informações de moradores repassadas à equipe da Rede Amazônica, o incêndio começou após um curto-circuito em uma residência. O fogo se alastrou rapidamente para outras casas da comunidade que possuíam uma estrutura de madeira.

A comunidade fica localizada em uma área de difícil acesso. As equipes do Corpo de Bombeiros levaram mais tempo para conseguir passar toda a sua estrutura de combate às chamas.

Segundo incêndio na Zona Sul em uma semana

No dia 12 de janeiro, um incêndio destruiu 11 casas no bairro Praça 14, também na Zona Sul de Manaus. No total, 27 famílias foram catalogadas para receber assistências do poder público.

Durante o combate às chamas, um brigadista do Corpo de Bombeiros inalou muita fumaça e precisou ser socorrido para o Hospital e Pronto- Socorro 28 de Agosto para receber atendimento médico.

Segundo a Defesa Civil, outras casas próximas do local do incêndio da Praça 14 também foram vistoriadas.