Mulher pede na Justiça quase R$ 2 milhões de Neymar: saiba o motivo

0
37
Instagram/Reprodução

Mais uma polêmica de Neymar Jr. O atacante do Al-Hilal está sendo acusado por uma mulher de não ter o trabalho que fazia para o jogador devidamente declarado. O jornal francês Le Parisien alega que a mulher trabalhava sete dias por semana, entre janeiro de 2021 e outubro de 2022.

O jornal alega que trabalhou como empregada doméstica na época em que Neymar jogava no PSG, na França, e não teve seu trabalho declarado. Agora, ela exige 368 mil euros, cerca de R$ 1,9 milhão.

Ela diz que trabalhava sem contrato e recebia 15 euros líquidos por hora de trabalho, enquanto atuava cerca de 70 horas semanas para o artista, sem dia de folga.

Além disso, ela acusa o jogador de não pagar horas extras e alega que precisou trabalhar até 15 dias antes do nascimento prematura de seu quarto filho, sem acompanhamento médico. Em suas funções, ela precisava cuidas dos afazeres domésticos e até cortar as unhas dos “parças” de Neymar.

Justiça

O caso foi levado para o tribunal de Saint-Germain-en-Laye, no departamento de Yvelines, ainda de acordo com o site francês.

Advogados da mulher, financiados por meio de instituições de caridade, teriam enviado uma proposta de acordo a Neymar, mas não obtiveram resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui