“O Governo retoma a conversa ou antecipa o cronograma de chamamento”, sugere Wilker Barreto após Governo do Amazonas encerrar reunião com Comissão de Aprovados, na última segunda (30)

0
29
Foto: Divulgação Assessoria

O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta terça-feira, 31, para pedir que o Governo do Amazonas retome as negociações com a Comissão dos aprovados nos concursos públicos da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM). A sugestão ocorre após representantes dos aprovados relatarem ao parlamentar a decisão do Executivo estadual em suspender a reunião entre as partes, realizada na última segunda-feira, 30, durante a manifestação da categoria em frente à sede do Governo.

Em seu pronunciamento na tribuna, Wilker pediu ao Governo uma nova rodada de conversas entre o Governo e a Comissão dos aprovados e indicou para que o Estado antecipe o cronograma de convocação dos 2.315 aprovados, sendo 1.350 da PM, 362 da PC e 453 do Corpo de Bombeiros, além de 150 da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

“Eu acredito que precisa ser retomada a conversa com os concursados das forças de segurança, ou o Governo se antecipa e já informa o calendário. Já que não quer ou tem dificuldade de conversar, é simples, antecipa o cronograma, se o mesmo for aceito, resolveu o problema. O que não dá é para não conversar e ficar por isso mesmo”, pontuou Barreto, durante sessão ordinária.

O deputado defendeu a legitimidade da manifestação dos aprovados, que aguardam pela convocação há mais de dois anos, e pediu celeridade para nomeação da categoria.

“Queimem a etapa do diálogo, o manifesto é legítimo, o protesto é legítimo, mas quando o diálogo cessar. E convenhamos também, eu não vou dizer que eles também estão errados, há quantos anos eles estão esperando? A paciência deles está no limite, são pais e mães de famílias que muitos largaram seus estados ou seus empregos com a promessa de carreira na força de segurança. Eu quero a mesma celeridade do secretário de segurança para comprar videogame e televisão para chamar os concursados”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui