Vacina contra HPV: artigo de servidora da FCecon é destaque em revista científica

0
48
FOTO: Roberto Carlos/Secom

O artigo da servidora da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), enfermeira oncologista Marília Muniz, sobre a importância da vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV) no combate ao câncer de colo uterino, foi publicado na Revista Baiana de Enfermagem‏, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), neste mês de outubro. O artigo pode ser acessado pelo link https://periodicos.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/49470/30228.

A enfermeira desenvolveu a cartilha educativa “O guia: diga sim à vacina contra o Papilomavírus Humano (HPV) – para meninos e meninas”. O manual é fruto da dissertação de mestrado profissional em Enfermagem em Saúde Pública, pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e conta com as versões impressa e digital, em português e espanhol. O folheto contém informações sobre o contágio do HPV e a relação do vírus com o câncer de colo uterino, além de outras neoplasias, como de pênis.

De acordo com Marília Muniz, a prevenção e o combate à doença se iniciam principalmente nas escolas, por isso a criação do guia.

“O objetivo de produzir e validar um guia ilustrado como recurso tecnológico de informação para meninos e meninas sobre a vacina contra o Papilomavírus Humano foi atingido satisfatoriamente ao longo da pesquisa. Foi possível chegar a um guia produzido com base em evidências e estou muito feliz pela publicação do artigo científico”, disse Muniz.

Prevenção

A cartilha é voltada para meninas e meninos, de 9 a 14 anos, que são o público-alvo da vacina contra o HPV. Segundo a enfermeira da FCecon, o guia esclarece algumas dúvidas que os pais têm em relação ao vírus, que é sexualmente transmissível.

A indicação da vacina contra o HPV no Sistema Único de Saúde (SUS) é para meninos e meninas dos 9 aos 14 anos, com duas doses. A vacinação contra este vírus é uma das formas de prevenção ao câncer de colo uterino, além de prevenir também o câncer de boca, pênis e ânus.

O Amazonas foi o primeiro estado brasileiro a oferecer, pela rede pública, a vacinação contra o HPV, em 2013.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui