Sobe para 633 mil número de pessoas afetadas pela seca severa no Amazonas

0
33
Foto: Maurício Martins/Rede Amazônica

Subiu para 633 mil o número de pessoas afetadas pela seca severa deste ano no Amazonas, informou a Defesa Civil estadual neste domingo (22). Das 62 cidades do estado, 59 estão em situação de emergência por causa da estiagem.

Segundo a Defesa Civil, as 633 mil pessoas afetadas fazem parte de 158 mil famílias.

A capital Manaus já vive a pior seca em 121 anos de medição do Rio Negro. As cidades de Manacapuru, Itacoatiara e Parintins também já atingiram uma vazante recorde.

Segundo a Defesa Civil do Estado, até as 14h deste domingo, havia 59 municípios em situação de emergência, 01 cidade em alerta, nenhum em atenção e 2 em normalidade.

A seca tem afetado comunidades inteiras. Em Manaus, lagos secaram na área urbana e o Rio Negro, se afastou da orla da cidade.

Em Parintins, a área rural da ilha é a mais afetada. De acordo com a Defesa Civil de Parintins, 29 comunidades estão em situação de difícil acesso ou em completo isolamento.

São Gabriel da Cachoeira sofre com racionamento de energia, encarecimento de alimentos e desabastecimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui