Adjuto Afonso participa de reunião técnica sobre Selo Fiscal, Ambiental e Sanitário de controle e fiscalização de água mineral

0
34
Foto: Ney Xavier

O Selo Fiscal, Ambiental e Sanitário, de controle eletrônico, trará melhorias de saúde pública, no cumprimento de legislação ambiental e otimização da arrecadação fiscal.

O deputado Adjuto Afonso (União Brasil), participou nesta quinta-feira, 19, na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), da reunião técnica que tratou sobre a implantação do Selo Fiscal, Ambiental e Sanitário de controle e fiscalização da água mineral. No evento estavam presentes o secretário de Estado de Energia, Mineração e Gás do Amazonas, Ronney Peixoto; o presidente da Fieam, Antonio Silva; o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Água Minerais (Abinam) e o Sindicato Nacional de Águas Minerais (Sidinam), Carlos Lancia; e, o presidente do Sindicato das Bebidas em Geral do Amazonas, Luiz Cruz.

O deputado Adjuto Afonso elaborou o Indicativo para o governo do Amazonas com as especificações e detalhamento do selo da água mineral. Como presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (Cae) da Aleam, Adjuto Afonso capitaneará a aprovação do selo no parlamento, por conta dos inúmeros benefícios que trará para a população. “A reunião técnica foi essencial para o entendimento de todos os envolvidos sobre os grandes benefícios de arrecadação fiscal, ambiental e sanitária, já tivemos outros indicativos no passado, mas pela ausência desse tipo de alinhamento, não se compreendeu a grande conquista que isso significará para o povo. Irei trabalhar agora, munido de informações fidedignas, para a aprovação do Selo Fiscal, Ambiental e Sanitário pela Casa Legislativa”, declarou o deputado.

O Selo da Água Mineral está sendo implantado aos moldes de outros estados como São Paulo e Ceará, com resultados positivos, nos dados de diminuição das doenças hídricas na população, efetivação do cumprimento da legislação ambiental e aumento da arrecadação fiscal do setor, diminuindo as adulterações de água mineral e inibindo a atuação da ilegalidade de grupos de má fé.

Antônio Silva, presidente da Fieam, disse que a iniciativa do Selo Fiscal é um trabalho de todos os atores do ramo de bebidas, dos envasadores presentes e do apoio parlamentar, por meio do deputado Adjuto Afonso.“Adjuto é frequentador assíduo da Fieam, sendo um grande parceiro desde o seu primeiro mandato, essa reunião também o embasará com informações fidedignas e técnicas sobre o ganho do Amazonas com o selo, ajudando em sua apresentação deste Projeto para o governo”, declarou o presidente da Fieam.

A segurança ambiental desses produtos, tal qual se nota na indústria alimentícia, é um dos catalisadores da cobrança social de implantação do selo, para o presidente da Abinam e Sidinam, Carlos Lancia, o controle ambiental do envase até a destinação final do consumidor, fazem parte de uma cadeia sustentabilidade que deverá ser cumprida por todos, com objetivo de perpetuação dos negócios. “A geração mais nova não aceita mais os produtos que não levem em consideração a segurança e o respeito ao meio ambiente, o Selo Fiscal, Ambiental e Sanitário significa também a melhoria dos negócios”, finalizou o Geólogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui