Mais 94 brigadistas do Ibama chegam ao Amazonas para apoiar combate às queimadas

0
52
Foto: Lucas Belo/Rede Amazônica

Mais 94 brigadistas do Prevfogo, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) chegaram ao Amazonas neste domingo (15). O envio dos servidores tem o intuito de reforçar o combate ao alto número de queimadas registradas na Região Metropolitana de Manaus.

Ao todo, 59 brigadistas chegaram na capital no final da tarde, na Base Aérea, Zona Sul da capital. Outros 35 chegaram por via terrestre. O secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, informou que o envio das equipes se soma a outras ajudas já enviadas pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança Climática.

Os servidores vão seguir para o município de Careiro (a 88 quilômetros da capital), de onde serão remanejados para o atendimento das ocorrências, em especial, em municípios próximos à capital.

Com os novos profissionais, são mais de 290 brigadistas do Prevfogo disponibilizados para reforçar as ações de combate no Amazonas.

O efetivo soma-se a outros quase 600 servidores envolvidos nas ações do Estado, entre bombeiros, brigadistas, policiais e agentes federais, divididos nas Operações Tamoiotatá 3, Aceiro e Céu Limpo. De 12 de julho até 10 de outubro, um total de 2.121 incêndios já foram combatidos pelos agentes em campo.

Além do efetivo, o Ibama também deve enviar mais de 2 mil itens para apoiar o combate aos incêndios no Amazonas, como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), cantis, facões, lanternas, pinga-fogo, abafadores, entre outros.

Parte do material será dividido para apoiar o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) nas ações em curso.

Operação em Autazes

Na última quarta-feira (11), mais 64 agentes, entre policiais militares e técnicos do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), além de 16 viaturas e duas aeronaves foram enviados para atuar em Autazes, cidade que sofre com as queimadas.

a quinta-feira (12), órgãos ambientais e forças de segurança realizaram fiscalização ao longo de parte do início da BR-319 e da AM 254, que liga ao município de Autazes.

Ainda na quinta-feira, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) realizou uma reunião de alinhamento com os demais órgãos que estão atuando no combate às queimadas no município, com o objetivo de centralizar a captação de dados estatísticos, bem como os trabalhos.

Pedidos de auxílio ao Governo Federal e outros estados

No dia 6 de julho, o Ministério da Justiça e Segurança Pública autorizou a atuação da Força Nacional de Segurança Pública, por até 90 dias, em Humaitá, Apuí, Boca do Acre, Lábrea e Manicoré. Esses municípios, onde há uma parcela maior de áreas federais, concentram a maior parte dos incêndios florestais do estado.

No dia 24 de setembro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em conversa por telefone com o governador Wilson Lima, garantiu apoio às famílias de cidades afetadas pela estiagem no e. O anúncio foi feito ao governador Wilson Lima durante uma conversa por telefone.

Já no dia 26 de setembro, o governador esteve em Brasília para uma agenda com o ministro dos Transporte Renan Filho e de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, juntamente com a bancada federal do Amazonas, em que recebeu a garantia da realização de dragagem emergencial em rios do estado, para melhorar a navegação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui