Seca de 2023 revela lixo na orla de Manaus

0
43
Foto: Bianca Fatim

A seca de 2023 tem revelado lixo na orla de Manaus. Fotos mostram resíduos nas zonas Sul, Oeste e Leste, onde a faixa de água se afastou da área urbana ou secou totalmente.

O lixo jogado nos cursos d’água se misturam aos pedaços de madeira que caem nos rios da região, e se acumula no solo.

No Porto de Manaus, Centro, a faixa de areia que se formou após a descida das águas do Rio Negro está repleta de garrafas plásticas, sacolas, pneus, entre outros objetos.

Próximo do Centro, na orla do bairro Educandos, a seca também revela o lixo jogado no principal rio de Manaus.

Na Zona Oeste de Manaus, o lixo está acumulado na Marina do Davi, um pequeno porto que atende comunidades do Rio Negro. Imagens publicadas pela cantora Márcio Novo mostram resíduos em diversas partes do local.

Na Zona Leste de Manaus, onde três lagos secaram durante a estiagem deste ano, também há lixo revelado pela seca.

No interior do Amazonas, a cena se repete. No Porto de Manacapuru, por exemplo, o lixo se mistura à lama que surgiu durante a estiagem.

Seca no Amazonas

Severa, a seca deste ano tem castigado Manaus e outras cidades do Amazonas. Até o momento, 42 dos 60 municípios do estado estão em situação de emergência. Apenas duas cidades estão em normalidade.

O boletim mais recente da estiagem, divulgado pelo Governo do Amazonas, no sábado (7), informa que o estado tem 273 mil pessoas afetadas pela seca até o momento.

Em comunidades antes banhadas por rios e lagos, os moradores reclamam de falta de água potável e de dificuldades para locomoção. É que a navegação é a principal forma de transporte intermunicipal e interestadual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui