Yara Lins denuncia Ari Moutinho que a xingou: “Vadia”

0
23

A presidente eleita do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Yara Lins, apresentou nesta sexta-feira (6/10) denúncia contra o conselheiro Ari Moutinho. Ela afirma ter sido alvo de xingamentos e ameaças do colega na última terça-feira (3/10), momentos antes de vencer a eleição para presidência.

“Não está aqui a conselheira, está aqui uma mulher que foi covardemente agredida no Tribunal de Contas, dentro do plenário antes da eleição, para me desestabilizar. Eu fui cumprimentar o conselheiro Ari e disse ‘bom dia’, e ele disse ‘bom dia nada, safada, puta, vadia. E me ameaçou dizendo ‘Eu vou te fuder”, disse Yara, durante coletiva.

Na posse do TCE-AM

Nas filmagens, é possível ver a conselheira passando a mão no rosto de Ari Moutinho, que retribui o gesto e supostamente chama Yara de “vadia”. De acordo com a presidente, isso aconteceu logo após dela ter sido xingada e ameaçada.

“O vídeo mostra, que depois que fui agredida, eu fiquei paralisada e passei a mão no rosto dele e disse: ‘Você é um infeliz, por isso que sofre tanto’. E ele, sarcasticamente, tentou pegar meu rosto e jogou beijo para mim”, revelou Yara Lins durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral da Polícia Civil do Amazonas.

A conselheira apresentou uma denúncia contra Ari Montinho por injúria, tráfico de influência e ameaça. Com informações de Metrópoles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui