Deslizamento em Beruri: pelo menos 200 pessoas seguem desabrigadas

0
27

Mais de uma dezena de pessoas estão desaparecidas após a destruição causada por uma erosão que causou o desaparecimento da vila de Arumã, da cidade de Beruri, no Amazonas.

A vila “sumiu do mapa” após um deslizamento de barranco, causado pela erosão, fenômeno que é o resultado final da deterioração dos solos e rochas por intempéries (chuvas, vento etc) e intervenção humana.

Ao todo, foram mais de 40 casas, 200 pessoas afetadas, uma criança com morte confirmada e quatro desaparecidos, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros. O desastre ocorreu no inicio da noite do sábado (30).

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) enviou cerca de 150 cestas básicas, 100 galões de água, 180 francos, e 150 kits de higiene, para prestar apoio às famílias afetadas, que foram realocadas para o centro comunitário da Comunidade São Lázaro, próxima à vila de Arumã.

Equipes de apoio do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Instituto Médico Legal (IML), além de servidores Secretaria Estadual de Assistência Social (Seas), Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Secretaria de Estado de Saúde (SES) e Fundação de Vigilância Saúde (FVS) prestam assistência ao município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui