Governo do Amazonas inicia obras de saneamento básico nas áreas do Prosamin+

0
29
PROSAMIN+ INICIA OBRAS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO DO PROSAMIN+ – FOTO: Tiago Correa/UGPE

O Governo do Amazonas iniciou as obras de saneamento básico do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+). Os trabalhos começaram na segunda-feira (11/09), com a implantação de rede de esgoto sanitário no conjunto Nova República, no Distrito Industrial, zona sul, e prosseguem na terça-feira (12/09), na Comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes, zona leste de Manaus. 

Este conjunto de obras é um marco para o saneamento básico em Manaus, ao beneficiar, após sua conclusão, mais de 60 mil pessoas com esgotamento sanitário, água tratada e drenagem urbana, na área de intervenção do programa. O Prosamin+ é executado pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb).

Embora saneamento básico esteja entre as atribuições do Município, o secretário da Sedurb, Marcellus Campêlo, ressalta que o Governo do Amazonas tem dado suporte nessa área, atuando em parceria com a Prefeitura de Manaus para a ampliação da cobertura dos serviços. Desde 2019, o Governo já aportou mais de R$ 500 milhões nesta área, através do Prosamin. 

“O governador Wilson Lima tem sido muito sensível a essa questão. Em Manaus, as intervenções incluem macro e microdrenagem, implantação de redes de coleta de esgoto e de distribuição de água. Além disso, construção de estações elevatórias e de reservatórios de água potável. Todo esse investimento garante um avanço em direção à universalização dos serviços de saneamento”, destaca. 

No caso do Prosamin+, em execução, serão 59 quilômetros de rede coletora e a construção de seis estações elevatórias de esgoto, estruturas que encaminharão os resíduos para uma estação de tratamento de esgoto, que será construída no bairro da Raiz, pela concessionária Águas de Manaus, em terreno doado pelo Estado. As obras do Prosamin+ estão previstas para seguirem até 2027. Este avanço se somará aos 180 quilômetros de rede de coleta de esgoto já construídos nas fases anteriores do programa. 

Por que esgoto é tão importante?

Quando não há um sistema adequado, o esgoto doméstico pode acabar indo para rios, lagos ou diretamente para o solo, poluindo a água. Além disso, o esgoto não tratado pode causar doenças. As redes de esgoto coletam e transportam de forma segura os resíduos, para que sejam tratados antes de serem devolvidos ao meio ambiente.

Ao todo, o Prosamin+ está investindo cerca de R$ 273 milhões em saneamento básico. Desse total, R$ 100 milhões são para esgotamento sanitário, R$ 9 milhões em sistema de água e R$ 164 milhões em drenagem urbana. Na segunda-feira (11/09), foi assinada a ordem de serviço para levar água tratada para mil residências, na área de intervenção que ainda não recebem esse serviço atendimento. “Serão quase cinco mil pessoas alcançadas com a obra de água”, informa o subcoordenador de Planejamento da UGPE, Leonardo Barbosa.

As equipes da UGPE vêm realizando ações de sensibilização nas áreas afetadas pelas obras de saneamento básico, com o objetivo de informar e orientar a comunidade. “A campanha é para que a população compreenda os benefícios alcançados, assim como garantir que todos tenham acesso aos canais de comunicação, onde poderão se manifestar e trazer queixas e sugestões”, explica Viviane Dutra, subcoordenadora Social da UGPE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui