Sem Paquetá, Bruno Guimarães é maestro de Diniz na Seleção

0
64
Vitor Silva/CBF

Pilar do último ciclo da Seleção Brasileira, antes da Copa do Catar, Lucas Paquetá se consolidou como um dos principais jogadores da equipe nacional sob o comando de Tite. No entanto, um possível envolvimento com esquema de apostas tirou o jogador da lista de Fernando Diniz, novo treinador do Brasil. Seu afastamento, porém, deram a chance para que Bruno Guimarães assumisse um protagonismo neste início de trabalho.

E a tendência é que isso seja ainda mais destacado. Bruno e Diniz se conhecem de longa data. Aos 16 anos, o meia se tornou profissional no time do Audax comandado pelo atual treinador da Seleção, em 2016.

Depois, se reencontraram no Athletico-PR, onde Bruno ganhou destaque e acabou deixando o Brasil para brilhar na Europa.

Na partida de estreia de Diniz no comando do Brasil, o jogador foi destaque na goleada por 4 x 1 contra a Bolívia. Com uma assistência e sem nenhum erro de passe, o meia do Newcastle United ajudou na criação ofensiva da equipe, e auxiliou no sistema defensivo jogando próximo de Casemiro.

Apesar de tido destaque sob o comando de Tite, Bruno não teve tantos minutos em campo para mostrar seu jogo. Agora com Diniz, a tendência é de que o camisa 8 se torne uma das principais peças da equipe até a possível chegada de Carlo Ancelotti.

O meia deve ser titular mais uma vez diante do Peru, nesta terça-feira (12/9), pela 2ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo. As duas equipes entram em campo às 23h, no estádio Nacional de Lima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui