População destaca importância de investimentos na área portuária da Manaus Moderna

0
50
FOTOS: Lucas Silva / Secom

Um dos principais pontos de embarque e desembarque de passageiros do estado, as balsas da Manaus Moderna, na região central da capital, integram a lista de pleitos para investimentos do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, anunciado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante o lançamento do programa, no dia 11 de agosto, no Rio de Janeiro, com a presença do governador Wilson Lima.

As balsas da Manaus Moderna recebem passageiros de vários municípios amazonenses, de outros estados da região Norte e do restante do país. Muitos turistas de outros países também buscam na região por passeios em lanchas. O local funciona como ponto estratégico para o comércio, a circulação de mercadorias e o consumo de produtos alimentícios por ter as tradicionais feiras e o Mercado Municipal Adolpho Lisboa nas intermediações.

Conforme dados da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), mais de 744 mil pessoas, em 2022, utilizaram esse modal de transporte, sendo a Manaus Moderna um dos principais pontos de embarcações. A esperança por uma nova estrutura para se trabalhar e usufruir de um melhor serviço na Manaus Moderna, é expressiva por parte de muitos amazonenses.

O aposentado Miguel da Silva, 67, natural do município de Juruá (a 674 quilômetros de Manaus), vem sempre a Manaus para fazer tratamentos de saúde, e disse que é importante garantir mais investimento para a localidade. “Quando vem a seca fica muito difícil para as pessoas idosas andarem, assim como para o caboclo do interior que precisa embarcar alguma coisa; tem as pessoas com cadeira de roda. Nossa esperança é melhorar”, avaliou Silva.

O trabalhador Leandro Moreira, 33, atua há mais de 10 anos na área, com o embarque de mercadorias do segmento de frios e laticínios, que vão para os municípios do estado. Ele relata que o investimento na estrutura deve trazer mais dignidade para todos. “Temos um desafio hoje para descer e subir as mercadorias. Acredito que vai ajudar muito uma estrutura boa para se trabalhar e as pessoas andarem”, declarou Leandro.

O autônomo João Albuquerque, 61, é um dos que busca nas balsas por passeios nas praias e comunidades da calha do Rio Negro. Ele acredita que se faz necessário mais investimento em razão da alta demanda pela procura desses serviços na região. “É importante para nós da região, sempre, dar uma volta e conhecermos as nossas origens e comunidades indígenas. Eu acredito que sempre tem de haver melhoras, pois a cada dia tem crescido cada vez mais e tem mais embarcações e tem mais pessoas viajando”, disse João.

Tratativas

Para o Amazonas, o novo PAC prevê investir R$ 47,2 bilhões. Além de investimentos na Manaus Moderna, está inclusa, também, a recuperação da rodovia BR-174. O programa vai investir cerca de R$ 1,7 trilhão em todos os estados do Brasil, sendo mais de R$ 1,3 trilhão até 2026, e mais de R$ 300 bilhões após 2026, anunciou o presidente Lula.

Desde o início da nova gestão do Governo Federal, Wilson Lima e técnicos do Governo do Estado têm realizado reuniões e audiências nos ministérios, em Brasília, em busca de recursos e investimentos para o estado, com o objetivo de assegurar o desenvolvimento, a geração de empregos e a melhoria da qualidade de vida dos amazonenses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui