Melo “ganha” apoio de Alfredo em troca de emprego para o irmão Evilázio

0
523

Quem não conhece o senador Alfredo Nascimento, conhecido nas hostes, ex-cabo da Aeronáutica Brasileira, e conhecido nas hostes de amigos como “Alfredo Bucho de Bode”, que o “compre”. Essas aspas nem seriam necessárias, não é mesmo?
Notícias dão conta de que o “mano” do Alfredo – irmão mesmo, não é gíria “dos manos” não – assumiu a Secretaria Executiva do Governo, conforme se vê abaixo:
Evilázio 1 eviliázio
Conhecemos bem o Alfredo, infelizmente, não?
Ele ainda se apresenta ao eleitorado amazonense pedindo votos mesmo depois de não cumprir a promessa de reconstruir a BR-319 tão necessária para tirar o Amazonas do isolamento com o resto do país.
Todos ainda lembram que com essa promessa não cumprida – no mínimo deslavada – não foi difícil para o ex-descascador de tucumã chegar ao Senado da República.
Alfredo, o eterno cabo velho, foi o responsável pelo maior fiasco dos portos que foram ao fundo nas alagações no interior do estado. Achava ele que com um pouco de cuspe aqui, outro ali e mais outro acolá poderia fazer a redenção do interior do Amazonas com a entrega de trapiches que, ao primeito temporal, ia para o fundo.
E não só isso, não.
Uma das maiores infâmias foi a do “expresso”, uma estrovenga que ele imaginou na propaganda eleitoral – é vclaro,sempre ansioso para amealhar fotos – e que virou piada nacional. Um fiasco, que ganhou o “carinhoso” apelido de extreso de seus usuários mais do que extressados.
Se tivesse deixado na propaganda, até teria sido menos danosa, mas o diabo é que ele acreditava no absurdo. Depois que deixou a prefeitura para ser ministro os seus sucesores precisaram remendar o troço, gastando mais dinheiro nas estações-espanto que ele deixou pela cidade. Mas tudo devidamente “faturado” e pago.
A maior de todas as infâmias é ele ter se apresentado como “representante” do Amazonas e ter patrocinado uma dos maiores escândalos como ministro dos transportes, que resultou num pé na bunda. Escândalos escabrosos que fizeram tremer a República Brasileira.
É “muito bom” que o Melo tenha conseguido esse apoio – embora péssimo para os cofres públicos -, pois isso vai acabar por sentenciar a sua própria desgraça política.
Afinal, o povo odeia o Alfredo por tudo isso e outras “cositas” mais. E depois se colcado na vitrine não vale mais do que R$ 1,99.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui