Pelo menos 35 palestinos morrem em ataques israelenses

0
535

Pelo menos 35 palestinos morreram e cerca de 200 ficaram feridos em Gaza desde a última terça-feira, 8, quando o Exército de Israel deu início à operação “Limite Protetor” para frear o lançamento de foguetes contra seu território, informaram fontes médicas nesta quarta-feira.
Segundo Asraf el Qadra, porta-voz de Emergências da Faixa, 11 pessoas morreram nos bombardeios desta quarta-feira, incluindo uma senhora de 80 anos e cinco crianças. Além disso, três adultos e dois jovens morreram em ações da aviação e da artilharia naval israelense em diferentes pontos da Faixa.
A agência Associated Press informou que são 14 as vítimas mortais da ofensiva israelense na Faixa de Gaza, nesta quarta-feira.
Nesta manhã, o Exército israelense também confirmou a morte de Abdula Dyifala, identificado como um alto comando islamita responsável pelo lançamento de foguetes contra Israel.
Um porta-voz do Exército se limitou a explicar que Dyifala foi executado nas últimas horas em uma operação conjunta entre as Forças Armadas e os serviços secretos internos, sem especificar o lugar em que o mesmo foi morto.
Milicianos palestinos lançaram na noite da última terça-feira 45 foguetes contra diversas cidades do centro e do sul de Israel, como Hadera e Jerusalém, sem causar vítimas.
A aviação e a marinha israelense responderam esses lançamentos com um intenso ataque noturno, no qual 160 posições islamitas foram atingidas na Faixa e seis palestinos morreram.
Além disso, cinco membros das brigadas “Azedim al Qassam” morreram em um confronto com forças israelenses quando tentavam chegar ao território israelense pelo mar.
O lançamento de foguete contra o território israelense, apesar de menos intenso, continuou nesta manhã no sul do país, fazendo soar as sirenes em cidades como Ashkelon e Tel Aviv. Vários desses foguetes foram interceptados pelas baterias do escudo antimísseis Iron Dome (Cúpula de Ferro).
Foguetes no mar
Dois foguetes palestinos disparados a partir da Faixa de Gaza caíram nesta quarta-feira no mar em frente a Haifa, no norte de Israel, informou a rádio militar.
É a primeira vez que foguetes palestinos atingem o grande porto do norte de Israel, a mais de 165 km de Gaza. Os disparos foram reivindicados pouco depois pelo braço militar do Hamas em Gaza.
A rádio pública informou que um dos projéteis atingiu uma área próxima ao complexo turístico Caesarea e o outro a praia da região de Carmel, ambas no sul de Haifa.
“As Brigadas al-Qassam lançaram um foguete R160 contra a Haifa ocupada”, afirmou o líder do braço militar do Hamas em um comunicado.
Segundo uma fonte militar xiita citada pela rádio, o Hamas tem em seu poder dezenas de foguetes deste tipo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui