Neymar vence processo e Justiça determina suspensão de vendas da “Playboy’ de Patrícia Jordane

0
1120

Na última quarta-feira (25), Patrícia Jordane, suposto ex-affair de Neymar, posou para fotos com os pais no lançamento da “Playboy” – da qual é capa do mês de junho -, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

A festa, entretanto, acabou sendo realizada no mesmo dia em que a Justiça proibiu a venda da revista, após processo aberto pelo craque da Seleção Brasileira.

Apesar disso, o evento não foi cancelado, uma vez que já havia sido agendado há duas semanas.

Durante a sessão de autógrafos, porém, Patrícia evitou comentar o assunto polêmico, de acordo com o jornal “Extra”.

Entenda o caso

A Justiça determinou que as vendas da edição de junho da revista “Playboy” sejam suspensas e que todos os exemplares impressos e entregues aos distribuidores sejam recolhidos.

A juíza Andréa Galhardo Palma, da 3ª Vara Cível de São Paulo, afirmou que o uso do nome de Neymar Jr. na chamada do ensaio – “A Morena que Encantou Neymar” – é irregular, já que a Editora Abril não tinha autorização prévia da NR Sports, empresa do pai do atleta.

Caso não cumpra as medidas, a publicação pode ser penalizada com multa diária de R$ 10 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui