Mais uma morte brutal em Manacapuru e o governo faz de contas que tudo vai muito bem obrigado

0
863

A violência na capital e no interior do estado não pára de crescer. Os registros são pavorosos. As estatísticas crescem no virar de cada dia. É tiro de todos os lados e pra todos os lados. Gente do todas as idades e sexo tombam quase sempre pela ação crescente do crime organizado, dos traficantes, dos bandidos em liberdade.

Neste final de semana morrem 15, naquele, 20, enfim. No Amazonas, o crime caminha à solta e a passos largos.

E o que faz o governador José Melo diante de tão grave situção? Nada. Ou melhor, vai para no Fifa Fan Fest da Ponta Negra, assistir o jogo do Brasil contra a competente equipe dos Camarões, mais interessado, mais interessado, isto sim, em arranjar votos do que no gol.

Nada contra o futebol e torcer de perto pelo Brasil. Afinal, quem não gostaria de estar no lugar de Melo?

O que não é admissível é que ele, José Melo, diginíssmo governador, deixe o estado entregue aos bandidos. Está na hora de sentar com os estrategista em segurança e enfrentrar o descalabro de frente.

Domingo, 22, um cidadão foi praticamente esquartejado no bairro Novo Manaca em Manacapuru. Ontem, Eliseu foi fuzilado, também, em Manacapuru, no bairro do Biriri.

O momento não é de brincadeira. É preciso governar e governar não é pousar de governador para as câmeras fotográficas no Fifa Fan Fest da Ponta Negra.

Está mais do que na hora de fazer alguma coisa para conter tanta desgraça; de encarrar com pulso de autoridade que governa o Vital, secretário de Segurança; de enfrentar os coronéis da Polícia Militar e cobrar com energia ações efetivas capazes de garantir à população tranquilidade.

Eenquanto não se decide, a violência, o crime, a bandidagem, ganha terreno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui