Mascherano defende Messi em polêmica e projeta melhora

0
446

Javier Mascherano cedeu a faixa de capitão a Lionel Messi, mas, mesmo assim, continua sendo o homem de maior influência dentro do elenco da seleção argentina, embora negue o rótulo.

Apreciador de análises táticas, o volante garantiu que o craque do Barcelona jamais ‘escalaria’ o time dos hermanos e que todos sabem que quem manda é o técnico Alejandro Sabella. O camisa 14 acredita que equipe está mais madura e projetou uma evolução dentro da Copa do Mundo.

“Messi seria incapaz de tirar ou por um jogador. Não é sua maneira de ser. É um cara que jamais escolheria entre um ou outro companheiro e se sentiria mal se tivesse que fazer isso. A verdade é que nós estávamos acostumados a jogar de uma maneira, porque assim entramos em campo 90% das vezes, e estreamos com outro esquema tático. O grupo tem um enorme respeito e apreço por Sabella, jamais faríamos algo assim”, disse em entrevista ao Diário Ole, de Buenos Aires.

Em sua estreia na Copa do Mundo, a Argentina venceu a Bósnia-Herzegoniva por 2 a 1, mas fez um primeiro tempo muito abaixo do esperado, com um esquema tático composto por cinco defensores. Na etapa final, com as entradas de Fernando Gago e Higuaín, os argentinos melhoraram o rendimento e marcaram dois gols. O volante e o homem de referência dentro da área deram mais liberdade a Lionel Messi, que pôde tabelar no meio-campo e deixar o seu em uma bela jogada.

“É bom que as pessoas entendam que não se trata de nomes, Hugo Campagnaro e Maxi Rodríguez estavam fazendo o mesmo jogo de todos. O que acontece é que, às vezes, não se pode mudar o esquema tático com os mesmos 11 jogadores. Isso te leva a fazer alterações”, justificou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui