Prefeito toma na marra cadeira de rodas de menino portador de deficiência física em Silves

0
770

Com apenas 13 anos de idade, Giovanilson da Silva Freitas, residente no município de Silves, sentiu na própria pele os efeitos colaterais do veneno odioso de um prefeito arrogante, que humilha e ofende os mais humildes, os indefesos, os pobres, para não perder o posto de capacho a serviço dos mais intolerantes que se acham no direito de mandar e desmandar na vontade alheia.

Portador de deficiência física, Giovanilson perdeu a cadeira de rodas que lhe foi doada pelo poder público para melhorar um pouco só a sua qualidade de vida.

Perdeu porque um monstro que atende pelo nome de Franrossi de Oliveira Lira, que é o prefeito de Silves, mandou que lhe arrancasse na marra a cadeira de rodas para nunca mais comparecer onde estiver presente o senador Eduardo Braga (PMDB), pré-candidato ao governo do Amazonas.

Um ultraje a dignidade humana, própria do fascismo, de gente covarde, de gente pequena – um crime inafiançável, hediondo, que deveria ser julgado por uma comissão de cidadãos num tribunal internacional.

Afinal, o facínora não só agrediu os direitos da Criança e do Adolescente, consagrados em lei, mas também os direitos universais do homem.

Sem a cadeira de rodas, confiscada pela mesquinhez do cruel e impiedoso prefeito, Giovanilson voltou a ser dependente da mãe, a doméstica Tânia Freitas, para se locomover.

Eduardo Braga esteve em Silves no mês passado onde caminhou com o povo que aguardava sua chegada para discutir os problemas do município, como iluminação pública, asfaltamento de ruas em bairros como Curuçá e Plínio Coelho, autoescola, subvenção para a renovação de frota para mototaxistas, entre outros.

Franrossi de Oliveira Lira, conhecido como “Bojó”, é do partido do ex-governador Omar Aziz e partidário da candidatura José Melo.
menino deficiente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui