Modelo pede indenização de R$ 3,3 milhões depois de perder cabelo em salão

0
1011

A modelo brasileira Myrella Ikeda alega ter perdido boa parte de seus cabelos depois de fazer um tratamento no famoso salão nova-ioquirno J. Sisters, criado por sete irmãs naturais do Espírito Santo e frequentado por celebridades. Em função disso, a modelo entrou na Justiça pedindo uma indenização de US$ 1,5 milhão (aproximadamente R$ 3,3 milhões).

De acordo com o processo, Myrella havia sido convidada por uma repórter a fazer o tratamento de beleza que seria publicado em uma revista. No procedimento, o cabeleireiro utilizou um produto chamado “Naturlite White Lightening Powder” (algo como “pó branco iluminador”). Segundo o advogado da modelo, foi “como se tivessem posto fogo em seu couro cabeludo ou esfregado pimenta vermelha nele.”

O profissional teria dito que a sensação era normal, mas os fios começaram a cair quando ele utilizou uma chapinha elétrica na modelo. Com a perda dos cabelos, Myrella diz que sua carreira foi “destruída” e que entrou em depressão.

Uma das proprietárias do J. Sisters, Jonice Padilha afirma que o profissional em questão também danificou seus cabelos e que ele foi demitido logo depois do caso. Ela se propôs a fazer um acordo com Myrella, mas considerou o valor da indenização muito alto. “Eu realmente sinto muito. Mas, US$ 1,5 milhão, não. Vamos ser realistas.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui