Pastor quer todo bandido morto

0
507

Essa semana circulou nas redes sociais o vídeo do “Pastor Faca na Caveira”, que virou um hit reacionário. Jovem, descolado e com um brinco em cada orelha, o pastor Lucinho se define assim em seu site:

“o Pastor Lucio Barreto Jr é uma das referências atuais da juventude brasileira (…) há mais de vinte anos pesquisa e estuda o comportamento dos jovens e trabalha incansavelmente com estratégias pensadas para transmitir sua mensagem à eles com eficiência. Aliando a comunicação oral e visual ele prega a Palavra de Deus com ousadia e muito bom humor, mostrando que é possível falar de coisa séria sem perder o estilo”
Lucinho se mostra realmente competente em seu propósito. Em uma das edições do seu programa, o “Nunca é Tarde”, o pastor recorreu ao livro sagrado para justificar a legítima defesa policial. Até aí, tudo bem.

Mas, de repente, o pastor incorporou Alborghetti e abandonou momentaneamente a palavra de Deus. Lucinho simulou empunhar uma revólver, enquanto fazia sons de tiros com a boca:

PARATÁTÁTÁ- TÁÁÁ! Na cara do capeta!

Depois dessa acalorada atuação, a pregação performática de Lucinho continuou:

“Irmão, dá muito tiro. Não dá pouco, não, entendeu? Descarrega tiro, quando acabar, joga o revólver no cara. Joga o que tiver. SAPECA TIRO! Por que? Porque tem gente que precisa tomar tiro. (…) A autoridade está autorizada pela bíblia e por Deus a SENTAR tiro na cara do povo que não quer viver sob as nossas leis. (…) É FACA NA CAVEIRA MESMO! E vamos arrepiar o cabelo do sovaco desse povo!”

Depois de tanta revolta, o pastor ameniza o tom e manda um beijo e uma benção para todas as polícias do Brasil.

Se o Sílvio Santos conhecer o pastor Lucinho, certeza que o contrata para apresentar um jornal no SBT.

Fonte – WandNews – 40ª edição

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui