“Se não andarem na linha eu cortarei o subsídio “, ameaça Arthur

0
522

A fim de atender aos protestos de rua de maio/junho de 2013, o prefeito de Manaus retroagiu o preço da passagem de ônibus a R$ 2,75. Como não há “almoço grátis”, passagem de ônibus também não. Aí, o prefeito teve de garantir o aumento das passagens via subsídio, isto é, pagar a diferença com grana de todos, quem anda e quem não anda de ônibus, ou seja, dinheiro do contribuinte. Daí, a cobrança do prefeito com relação à precariedade dos transportes em razão de greves no setor. Diz o prefeito, com acerto: “Se não andarem na linha eu cortarei o subsídio dado às empresas, que tecnicamente mantém a tarifa em R$ 2,75, a mesma praticada desde 2011. Deixo claro que não darei reajuste da tarifa e quaisquer prejuízos serão arcados pelos empresários”, determinou o prefeito. Ora, os empresários não receberam reajuste da tarifa diretamente, mas receberam indiretamente e, assim, não há razão para que deixem de honrar seus compromissos com aos salários e a outros benefícios. Todo o apoio. Há que endurecer com essa raça, pero sin perder la ternura, jamais!

Recurso de Adail Pinheiro é adiado pela 7ª vez

Nunca é demais questionar: se o caso envolvesse assim um chamado “pé-de-chinelo”, isso aconteceria de se adiar sine die esse julgamento? Claro que não! Por mais que haja justificativa para que aconteça tal adiamento, como parece ter sido o acometimento de uma doença no Presidente do TJA, não é fácil calar as vozes dos que não se conformam com essa leniência como é tratado esse tarado, que foi preso pelo “Fantástico” da Rede Globo.

Deutshe Bank alerta investidores para “risco” de reeleição de Dilma

O poste do Lula e do PT, Dilma Roussef, que quando despenca nas pesquisas faz a bolsa de valores subir, faz também o mercado apontar o risco dela se reeleger. Uma coisa está ligada à outra. Dilma desce, bolsa sobe. O perigo dela se reeleger promove o medo dos investidores. Em outras palavras: Dilma e o PT fazem mal ao país.

Padrão Fifa

A Prefeitura de Manaus, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realiza, nesta quinta-feira, 08, às 8h30, uma ação fiscal nos restaurantes, bares e estabelecimentos similares localizados no raio de 1 km do entorno da Arena da Amazônia Vivaldo Lima. Tudo bem, afinal a preocupação é com a Copa, que exige “padrão Fifa” nos serviços em torno do evento. Agora é preciso lembrar que a população está a exigir “padrão Fifa” em todos os serviços, inclusive “públicos”. Seria tão bom que essa presteza se desse de maneira permanente não apenas durante a realização da Copa, mas durante o tempo todo.

Comércio de peixe

Segundo a Prefeitura, “uma nova operação contra o comércio irregular, na rua Tabelião Lessa, no entorno do Mercado Adolpho Lisboa, foi realizada nesta quarta-feira, 07, pela Prefeitura de Manaus. Cerca de dez canoeiros, que comercializam peixes, estavam no local e foram orientados a se retirar”. Resta uma pergunta: por que esses “camelôs de peixes” se arriscam e a arriscam a vida de outras pessoas nessa atividade? Onde está o tal terminal pesqueiro para comprar eventualmente o peixe com garantia de preço mínimo? Se os “canoeiros” insistem nesse comércio é porque eles vêem nele uma vantagem. Ou não?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui