Para ‘rei da maconha’, a revolução verde já começou

0
921

Perto de se tornar o primeiro bilionário da produção da erva, o empresário holandês Arjan Roskan falou ao Terra e apoiou movimento global pela legalização da cannabis. O holandês Arjan Roskam deu início ao seu império de empresas de cannabis com a abertura de seu primeiro Green House Coffeeshop em Amsterdã, em 1992.
Hoje o empresário conhecido como “Rei da Maconha” possui quatro coffee shops; lidera a Green House Seed Company, encarregada em procurar, manejar geneticamente, manter bancos de cannabis e vender as sementes; administra uma empresa especializada em nutrientes para o vegetal; além de uma produtora de documentários sobre expedições em busca de raras plantas de maconha no mundo –o Strain Hunters.
Roskam deve se tornar em breve o primeiro bilionário da produção de maconha –negócio que se tornou ilegal na maior parte do mundo durante o século XIX, mas manteve-se permitido para uso religioso em localidades da Ásia.
maconha
Roskam tenta alcançar a normalização do comércio global da cannabis, seja para uso recreativo ou medicinal, e várias celebridades já visitaram seus coffe shops em Amsterdã, como o rapper Eminem, os cantores Lenny Kravitz e Alicia Keys e o boxeador Mike Tyson. Em entrevista ao Terra, o produtor de maconha avalia de forma positiva as recentes mudanças na legislação do Uruguai, do estado do Colorado (nos Estados Unidos) e os recentes movimentos pela legalização da maconha, como a celebração do Dia Internacional em 20 de abril e a marcha marcada para 26 de abril, em São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui