Governador José Melo nomeia He-Man delegado adjunto da Derfd

0
1037

Uma semana após nomear para o comando do Ronda no Bairro, Raimundo Rooselvelt da Conceição de Almeida Neves, coronel PM, apontado pelo Ministério Público como um dos envolvidos no intrincado caso ‘Fred’, o governador José Melo nomeia como adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos e Defraudações (Derfd), nada mais, nada menos do que o famoso delegado  José Cavalcante Filho, o He-Man.
Para quem não lembra, Cavalcante é um velho e íntimo conhecido da justiça e da Polícia Federal PF), não pelos seus “brilhantes” serviços prestado ao estado, mas por uma série de cositas nada ortodóxas ou convencionais com dignidade, a decência e a moralidade que sustentam o serviço público.
Preso em 2003 pela PF como suposto integrante de uma organização criminosa, que atuava com tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro, roubo, clonagem de veículos, extorsão, prevaricação e peculato, He-Man, agora, é guindado ao status de delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos e Defraudações (Derfd).
heman
Nada mau para quem foi algemado por federais que participaram da “Operação Águia”, conduzido à cadeia, e exonerado no dia 5 de janeiro de 2010 por meio de decreto assinado pelo então governador Eduardo Braga (PMDB).
Absorver He-Man e Roosevelt para cargos de imensurável responsabilidade é o fim da picada. Um, o Roosevelt, pode se sentar a qualquer instante nos bancos dos réus para responder pelo crime que pesa (?) em seus ombros.
O outro, que em 2003, na condição de titular da Delegacia Especializada em Furtos de Veículos (Derfv), teve a casa cercada por quase 100 policiais, dispensa comentários.
A Banda Podre da Polícia está de volta?
 
 
 
 
 
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui