Serventuários da justiça entram em greve por tempo indeterminado no Amazonas

0
443

Depois de várias negociações frustradas com a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado Amazonas (TJAM), realizadas com o propósito de recuperar perdas salarias acumuladas desde 2008, os serventuários da justiça entraram em greve na manhã desta terça-feira, 08, por tempo indeterminado.
De acordo com o comandando de greve, o movimento deflagrado deve ser debitado exclusivamente ao presidente do órgão, desembargador Ari Moutinho, que ignorou os direitos da categoria, embora tenha recebido do governo do estado aporte de R$ 40 milhões para esse fim.
Os grevistas iniciaram o movimento com uma passeata na Avenida André Araújo, onde fica a sede do TJAM, onde montaram acampamento até que tenham suas reivindicações atendidas.
O desembargador Ari Moutinho não saiu de seu gabinete para conversar com os manifestantes que promoveram o ensurdecedor apitaço em frente ao órgão.
foto (2) foto (1) foto

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui