Trote faz aluno a desistir de cursar medicina na USP

0
610

Um estudante que foi aprovado na Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp) desistiu do curso depois de receber ameaças por ter denunciado um trote humilhante à polícia e à direção da instituição. Luiz Fernando Alves, de 22 anos, prestou queixa na sexta-feira (21) depois de ser obrigado a ficar de joelhos, equilibrando garrafas de cerveja na cabeça.

Quando reclamou para os veteranos, eles teriam urinado e derramado cerveja sobre ele e dado tapas e golpes nas orelhas do rapaz com as garrafas.

O trote violento teria acontecido no primeiro dia de uma festa, que deveria durar quatro dias, em 18 de março. Luiz Fernando teria desmaiado e ido embora do local do evento no segundo dia. Agora, ele conta que está recebendo ameaças por telefone e que prefere transferir o curso para outra instituição de ensino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui