MP concede liberdade a policiais que arrastaram mulher em viatura

0
497

Os três policiais militares que foram presos depois de arrastar Claudia Silva Ferreira pendurada no porta-malas de uma viatura tiveram seu pedido de liberdade acatado pelo Ministério Público. Segundo o promotor Paulo Roberto Mello Cunha, ainda faltam elementos para poder elaborar uma denúncia e manter os PMs na cadeia.

“Os policiais foram detidos por inobservância de lei, regulamento ou instrução, cuja pena prevista no Código Penal Militar é de seis meses de detenção. Quando as investigações evoluírem, poderemos pedir a prisão preventiva”, acrescentou Cunha.

Dois dos três policiais já tinham seus nomes envolvidos em 62 ações a respeito de supostos tiroteios que vitimaram 69 pessoas.

De acordo com uma fonte da polícia, um laudo inicial do IML indicou que um dos tiros que atingiu Claudia saiu de um fuzil automático leve, de calibre 7.62, usado tanto pela PM e pelas Forças Armadas como por traficantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui