Traficante João Branco pode ter mandado matar delegado Oscar Cardoso

0
854

Uma operação deflagrada nesta terça-feira, 18, às 06h, prendeu várias pessoas envolvidas com o tráfico de entorpecente. Entre elas, destaca-se o traficante  João Pinto Carioca, o “João Branco”,  suposto mandante da morte do delegado Oscar Cardoso.

Segundo a polícia, João Branco teria ordenado o crime por vingança uma vez que, à época, um grupo de policiais, comandado por Oscar Cardoso teria estuprado a mulher do traficante .

A polícia informou ainda que Karine Cristiane, sobrinha do delegado Oscar Cardoso, era quem passava as informações sobre as atividades do delegado para a quadrilha.

 

Ela é cunhada de do traficante Fábio Diego Mattos de Oliveira, 26 anos, conhecido como “Piu-piu”. Os dois estão foragidos.

sobrinha

Outra  informação dá conta de que o empresário Arlindo Jorge Teles Macedo, 51, proprietário da Macedo Veículos, fornecia veículos para a facção Família do Norte.

Seria dele o veículo Siena Branco encontrado incendiado e que foi utilizado na execução do delegado.

Na manhã desta terça-feira (18) por volta das 6h, a Polícia Civil do Amazonas deflagrou a operação “Hórus” com a finalidade de combater o tráfico de drogas, o crime organizado, homicídio e o chamado “Golpe do Seguro”, ocorridos em Manaus.

Participaram da operação 150 Policiais Civis, entre Delegados, Investigadores, Escrivães e Peritos, com o apoio de integrantes do grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA).

Durante a operação foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e quatro mandados de prisão temporária, expedidos ontem (17) pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Juri. Faltam serem cumpridos três mandados de prisão temporária.

Presos por mandado de prisão temporária:

1.    Arlindo Jorge Teles Macedo, 51, empresário, preso na residência dele localizada em um condomínio na avenida Coronel Teixeira, antiga estrada da Ponta Negra. Arlindo já estava sendo investigado por envolvimento em estelionato, o “Golpe do Seguro”. (mandado de busca e apreensão e prisão temporária).

2.    Rodrigo Barbosa Maia, 22, estagiário de Direito e genro de Arlindo. Ele foi preso na casa dele na rua Eduardo Ribeiro, bairro Chapada. (mandado de busca e apreensão e prisão temporária).

3.    Alessandro Ramos Cardial, 23, preso na residência dele na rua Herculano de Souza, bairro Amazonino Mendes. (mandado de busca e apreensão e prisão temporária).

4.    Luciano da Silva Barbosa, 24, (filho do traficante Zé Roberto). Ele foi preso na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), onde cumpria pena por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Luciano foi preso no último dia 13 de outubro no bairro da Compensa. (mandado de busca e apreensão e prisão temporária).

Presos em flagrante, além de serem cumpridos os mandados de busca e apreensão:

5.    Rosenildo Cordeiro Damasceno Júnior, 33, preso na rua 11, bairro Alvorada 2. (mandado de busca e apreensão e flagrante)

6.    Diones da Silva Freitas, 26, preso na rua Santa Rita, bairro Compensa. (mandado de busca e apreensão e flagrante).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui