Torcedores incendeiam quiosques depois de enforcar cães

0
444

Dias após dois cachorros aparecem enforcados no centro de treinamento, três quiosques da sede social do Independiente, da Argentina, foram incendiados por vândalos. As informações são do jornal La Nación.

Os quiosques, localizados no Complexo de Wilde, em Avellaneda, eram utilizados por sócios aos finais de semana para piqueniques. O local, porém, era um “ponto cego” das câmeras de segurança do clube.

“Durante a noite o terreno é vigiado e fica fechado. Quem fez isso foi algum invasor. Aqui temos 17 hectares com um sistema de câmeras que cobrem metade do local, mas não há câmeras no lugar do ocorrido”, disse Martín Homparena, empregado do clube, em entrevista à emissora TN. O funcionário também disse não acreditar na participação de organizadas (barrabravas) no ocorrido.

Maior campeão da história da Copa Libertadores, com sete títulos (entre 1964 e 1984), o Independiente foi rebaixado à segunda divisão da Argentina na última temporada. A equipe atualmente se encontra na zona de promoção, mas atravessa um mau momento no torneio de acesso – o que gerou a ira de alguns torcedores.

Na quarta-feira, dois dias depois da derrota por 2 a 1 para o Independiente de Mendoza, um funcionário encontrou dois cachorros mortos, enforcados em uma árvore localizada atrás de um dos gols do centro de treinamento de Villa Domínico.

A derrota para o time de Mendoza representou o quarto jogo consecutivo sem vitória do Independiente, que aparece na terceira colocação da Série B argentina, no limite da zona de promoção. A equipe, contudo, está ameaçada pelo Atlético Tucumán, quarto colocado com 41.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui