Justiça absolve homem acusado de “vingança pornô” na Internet

0
461

O primeiro caso de “vingança pornô” foi a Justiça em Nova York na última semana. A sentença apontou que o acusado de postar as fotos de sua ex-namorada nua no Twitter não cometeu crime.

Segundo o site da CBS News, Ian Barber colocou e compartilhou fotos de sua ex-namorada no microblog.

De acordo com o juiz Steven Statsinger, a conduta do acusado “embora repreensível, não viola nenhuma estatura criminal das quais ele foi indiciado”. Barber foi acusado de grave assédio, disseminação de vigilância ilegal e exposição pública de material sexualmente ofensivo.

Para a professora de direito da Universidade de Miami, Mary Anne Franks, as acusações contra Barber não eram aplicáveis ao crime. “É um manual com exemplo de como a lei tem lacunas”, disse a professora à CBS. Nos Estados Unidos apenas três Estados possuem legislação contra este tipo de crime – Alaska, Nova Jersey e a Califórnia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui