Adolescente diz ter matado quase 100 pessoas nos EUA

0
512

Uma norte-americana de 19 anos de idade, suspeita de assassinato, disse em uma entrevista a um jornal local ter matado mais de 20 pessoas como parte de seu envolvimento em um culto satânico.

Miranda Barbour disse durante a entrevista na Pensilvânia, que ela na verdade havia parado de contar os assassinatos depois do 22º e que talvez o número real chegue aos 100.

A adolescente e o seu marido de 22 anos de idade são acusados de matar Troy LaFerrara em novembro, supostamente a primeira vítima conjunta do casal.De acordo com a polícia local as alegações da adolescente estão sendo investigadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui